Seguidores

domingo, 15 de março de 2015

Sem Sono, Sem Sonhos - A Mulher do Fluxo de Sangue

     
       Sem sono e sem sonhos. Muitas pessoas vivem assim. Perdem a noção da importância de ter uma vida equilibrada e passam dias sem dormir de fato, sem deitar a cabeça para descansar, presas aos seus problemas, vão perdendo a capacidade de pensar em si mesmas enquanto seres especiais, embora ainda estejam presas a si mesmo, investindo em seus vícios e egoísmo, mas deixando de se cuidar. Muita gente ao ler estas palavras pode se perguntar se este é de fato um site cristão e se esta é uma Mensagem. Mas é. É um site cristão e esta é uma Mensagem.
       Mensagem de cura da alma. Deus nos quer livre de nossas enfermidades físicas e psicológicas e esta Mensagem tem a ver com alguém que você conhece: A Mulher do fluxo de Sangue (Lucas 8:43). Diz a Palavra que há 12 anos ela sofria com esta doença, que era um estigma, uma marca ruim de impureza, que a destoava das outras mulheres e a separava do povo. Ela estava presa a si, por sua doença física e estar presa ao seu estado doente adoeceu sua mente. Ela perdeu a capacidade de se ver como alguém especial, pois ela não era mais uma mulher exuberante, era doente. E a doença foi tomando conta de todos os seus sonhos e destruindo-os. Ao gastar tudo o que tinha para cuidar da Saúde, ela foi gastando também os bens que a satisfaziam, bens que supriam seus sonhos e os realizavam. Perdeu os amigos, perdeu todas as suas relações especiais para uma doença. Ela estava pensando em sua enfermidade como parte dela, uma parte que ela queria exterminar, mas mesmo assim era sua. Quantas vezes estamos também assim? Muitas pessoas dizem, por exemplo: "Minha pressão alta", "Meu estresse pós traumático", "Minha diabetes está alta". Estão doentes e tomando posse destas doenças como se fora bênçãos, bens para se acumular.  E por mais que estejam querendo libertar-se ainda estão presas às raízes destas dores, aos seus traumas, estigmas que mostram ao mundo sua condição de vítima de uma doença.
       Quando a mulher tocou em Jesus ela foi curada. Muitas pessoas podem glorificar por isso. Mas ela só tinha sido curada da doença física. A hemorragia estancou quando ela tocou em Jesus, MAS a doença da alma ainda estava lá. Doente da alma ela viveria o resto da vida marcada pela doença que tivera. E Jesus sabia disso. Quando ela tocou nas vestes do Senhor, Ele percebeu desprender-se de si virtude, mas sentiu também que aquele toque estava repleto de sentimentos vazios, de solidão, dor e desprezo. E isto pode ser visto no fato de que quando o Senhor falou à multidão, perguntando quem lhe tocara, ela não se manifestou. Tanto é assim que os discípulos afirmaram-lhe que fora a multidão que esbarrara no Senhor. E ainda deu tempo do Senhor insistir antes que ela resolvesse se manifestar. E quando ela se manifestou o fez como se fora uma serva qualquer, ela se prostrou, diz  a Bíblia que tremendo, ela que tentara se ocultar. E por qual motivo ela tentara ocultar sua cura? Pela marca que tinha na alma, afinal sabemos que para os hebreus ela era considerada imunda, pois assim dizia as leis cerimoniais. Estava presa em sua alma a cicatriz de sua dor e o Senhor a pressentiu e queria curar-lhe, esta seria a verdadeira cura daquela mulher e nem mesmo ela sabia disto.
      Quando Jesus disse-lhe: "Mulher, tende bom Ânimo", Ele estava dizendo-lhe: Tenha a ALMA curada. Ânimo, vem do original latino ANIMUS e significa Alma, Mente, pois está relacionado a ANIMA, ou ser vivo. Entendeu? Ter bom ânimo é também estar com a alma, a mente, o desejo a coragem sadios.  E para completar a cura Ele afirmou à mulher que ela fora curada por sua própria Fé, ou seja, por seu próprio desejo de ser curada e terminou dizendo-lhe: Vai em paz. sendo que ao dizer isso, estava lhe dizendo para esquecer todo o seu passado doentio e vivesse sua nova vida sem marcas, sem lágrimas por dores que já não existiam mais. Ou seja, curou-a por completo.
      Não esquecemos esta cura, mas jamais saberemos quem foi a mulher que Jesus curou, pois ele fez o serviço completo e ela deixou ali as marcas psíquicas da Enfermidade que tivera e foi viver sua vida, reconquistar sua capacidade de realizar os sonhos que voltaria a ter pois, curada na alma, esta estava livre para sonhar.
     

       Conclusão


     Quando Jesus curou aquela mulher, curou de fato, não deixou nenhuma marca das dores anteriores. Assim deve ser hoje. quando Deus entra em nossa vida e nos liberta de nossos pecados, devemos esquecê-los todos, devemos abraçar uma nova vida e reconhecer a Salvação como uma nova oportunidade, uma nova chance de viver melhor e diferente, libertos de todos os erros do passado e esquecidos destes, viver de forma a aproveitar a Nova História que Deus escreveu para nós. Faça como aquela mulher, livre-se de todo o mal que havia em sua vida e vá a luta com uma Nova Alma e viva em paz consigo mesmo.

Pastor   Sergio Silveira

Receba as mensagens no seu Email