Seguidores

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Epítáfio - Combati o bom combate!


Falando de Morte
Cuidado com o que você crê

E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, (Hebreus 9:27)

Muitas pessoas acreditam em fugas bíblicas sem observar o que de fato a Bíblia diz sobre certos assuntos. E as enfermidades e a morte são os principais erros de interpretação bíblica.
Adoecer e morrer fazem parte do processo natural que chamamos de Vida. E ninguém pode fugir disto. Não haverá outro Enoque ou Elias, afinal todos nós pecamos e o morrer esta relacionado com o pecar, já que a Bíblia enfatiza: Porque o salário do pecado é a morte (Romanos 6-23) e a vida eterna, como dom gratuito de Deus só nos é possível depois que morremos em nosso corpo físico, afinal, a esta Eternidade só é garantida ao nosso ser espiritual.
Vamos falar de pessoas na Bíblia que adoeceram?
Ezequias e era para a morte, Dorcas que chegou a morrer, Davi que a velhice o atingiu com friagens horríveis, Elias teve depressão e seu médico foi o Senhor, Timóteo tinha uma enfermidade no estomago.
E morrer? Se fazer a vontade de Deus nos garantisse vida longa ainda encontraríamos por aqui os patriarcas e Paulo por certo visitaria as nossas igrejas.

A Morte dos Santos
Com o passar dos anos algumas denominações ditas igrejas cristãs, passaram a pregar a falta de lutas e sofrimentos no viver das pessoas. Viver uma vida vitória. Mas viver uma vida de vitória não é exatamente o que eles ensinam. Paulo é alguém que viveu uma vida de vitória. Foi um líder firme e sábio, sabia como falar com as pessoas respeitando os seus limites, tanto que afirmou que se submeteu ao entendimento dos outros para alcançá-los: Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns (1 Coríntios 9:22). Isto é algo difícil de se fazer, mas ele fez, mais a frente ele afirma uma agonia maior ao afirmar que foi perseguido e infligido a dores pelos que perseguiam o Evangelho.
A morte ficou para os humanos, como consequência do pecado (Romanos 6-23), mas esquecemos que ainda somos pecadores, perdoados, mas pecadores, afinal nossa natureza ainda continua sujeita ao pecado. Embora não nos sujeitamos ao pecado. Então esta história de que Jesus levou nossas dores quando subiu até aquela cruz é uma furada. As dores que Jesus levou foram as dores do pecado, do viver distante de Deus, desligados do Propósito Divino para o homem e não livre das dores físicas. E morrer, repito, é uma consequência de estar vivo, sendo mortais, morreremos. Não há como burlar isto, ninguém engana a morte, ela faz parte da vida, é o seu ápice, seu final.
Na verdade mesmo quem é servo fiel do Senhor, adoece e morre, como já dissemos, mas para o Senhor isto não é ruim. O salmista afirmou que é “Preciosa é aos olhos do Senhor a morte dos que o servem” (Salmos 116-5). Claro que servir a Deus envolve muitas coisas, além de aceitá-lo, mas fazer a vontade do Senhor inclui viver bem com as outras pessoas, em amá-las e até fazer o bem, até por que a Palavra diz: “Quem sabe fazer o bem e não faz peca” (Tiago 4-17), mas nada disto te impede de morrer. Isto vai acontecer quer você queira ou não.
Então lembre-se, vai acontecer uma vez só, tanto viver aqui entre as pessoas que você ama, quanto morrer (Hebreus 9:27).
Claro que falar sobre a morte não é fácil, afinal ela separa o ser de tudo o que conhece e ama e sugere que a morte é o desconhecido, afinal conhecemos na teoria o depois da morte, mas na prática ninguém de fato foi lá e voltou para contar e as pessoas que se dizem ressuscitadas contam coisas diferentes sobre o que presenciaram no futuro. Assim, esquecemos do que o Senhor prometeu sobre as moradas na Casa de Deus Pai. Esquecemos que para termos um encontro definitivo com o Senhor Jesus, que só será possível quando acabarmos nossa lida aqui e dissermos como Paulo:
Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda (2 Timóteo 4:7-8).

Receba as mensagens no seu Email